Visitas e oficinas para família

Cinema de animação Férias grandes

Vamos dar vida às ideias e construir brinquedos que criam ilusões visuais!

Os mais novos não conseguem, provavelmente, imaginar um tempo sem televisão, sem filmes e sem desenhos animados. Mas esses tempos não estão assim tão distantes.

O que faziam as crianças quando não podiam ver filmes? Desenhos sobre o papel, animação de objetos, bonecos de cartão e plasticina: as técnicas são muitas e combinadas para nos dar histórias fantásticas. O único ingrediente que não pode nunca faltar, é a imaginação.

De 20 a 23 de Julho, realizamos oficinas temáticas que abordam a história do cinema de animação, dos objetos óticos às diferentes técnicas do cinema de animação.  Em cada dia, vamos explorar um brinquedo ótico diferente e ficar a conhecer a exposição da monstra.

  • Oficinas de férias de verão, para crianças dos 6 aos 12 anos
  • Terça a sexta-feira, 10h30-12h30
  • A entrada no museu pode ser feita a partir das 10h00 e a saída até às 13h00
  • Lotação: 8
  • Preço: 5€/sessão ou 15€/ 4 dias

 


20 Julho

Oficina Taumatrópio

Há 100 anos, um dos brinquedos mais populares pode ser considerado o “bisavô” dos desenhos animados modernos: o Taumatrópio. Foi inventado por John Ayrton Paris, em 1825, e foi o primeiro instrumento a explorar a persistência de imagens na retina.

O taumatrópio foi um brinquedo que estimulava nas crianças o interesse por aprender, já que combinava diversão e instrução. O taumatrópio é um disco de cartão com uma imagem de cada lado, preso a dois pedaços de fio ou corda. Quando as cordas são torcidas rapidamente, entre os dedos, as imagens dos dois lados parecem combinar-se numa só, graças aos princípios da persistência da visão.

Por exemplo, se for desenhado num lado do disco uma gaiola e no outro um passarinho, ao rodar o fio esticado as duas imagens fundem-se dando a impressão de que o pássaro está dentro da gaiola.


21 Julho

Oficina Folioscópio e Flipbook

O Flipbook surge em 1868 e é um dos mais simples brinquedos óticos.  É constituído por um bloco de folhas, onde se desenham diversas posições elementares de uma sequência em movimento, que se pode animar folheando rapidamente o bloco, do fim para o início, dando a ilusão perfeita do movimento.


22 Julho

Oficina Fenacistiscópio

O Fenacistiscópio, inventado em 1831 por Joseph Plateau, foi o primeiro brinquedo óptico capaz de mostrar figuras/desenhos em movimento. Quando espreitamos pela ranhura, com o disco em movimento com as ilustrações voltadas para um espelho, vê-se o reflexo da imagem que parece mover-se.


23 Julho

Oficina Stop Motion

Inspirados na exposição da Monstra, vamos construir uma pequena animação em stop motion, aprendendo todo o processo desde o storyboard – a elaboração de histórias -, a confeção de personagens e a captura e animação das fotografias.

Neste tipo de animação, um objeto é fotografado do mesmo ângulo diversas vezes, mas com leves mudanças na sua posição. Cada uma dessas fotografias representa um plano e, ao juntá-las em sequência, é possível criar vídeos animados com efeito de movimento. Cada segundo de uma animação filmada em stop motion leva cerca de 24 frames. Embora seja um processo bastante lento e trabalhoso, o resultado final é fantástico!